Legado para os filhos: como deseja ser lembrado por eles?

A palavra legado, que se originou no âmbito jurídico, representa o que uma pessoa deixa em seu testamento, ou seja, o que ela deseja que seja feito com os bens que acumulou em vida. Com o passar do tempo, o termo passou a se referir, também, ao que não é tangível e não pode ser avaliado financeiramente, como valores e princípios.

Dar conforto, alimentos, proporcionar uma educação de qualidade, tudo isso é realmente importante na educação dos filhos e são grandes preocupações para os pais, entretanto, é preciso pensar além e considerar o que o dinheiro não é capaz de comprar. Os pais podem deixar aos seus filhos mais do que bens materiais e, também, valores que eles irão levar por toda a vida e que irão impactar diretamente em sua história.

Honestidade, humildade, responsabilidade, respeito, solidariedade são alguns exemplos do que você pode ensinar aos seus filhos, uma herança que eles irão carregar por toda a vida e que fará toda a diferença em suas escolhas. Mesmo que não possa proporcionar tudo o que gostaria a eles, por questões financeiras, lembre-se que o que realmente importa você pode ensinar.

10 Valores para deixar de legado aos filhos

 

Por mais que cada pai e cada mãe saiba o que é melhor para os seus filhos, existem alguns valores que são fundamentais e, juntos, formam um legado que faz toda a diferença ao longo da vida de uma pessoa, acompanhe.

 

1 – Integridade

A integridade é a qualidade daqueles que procuram sempre fazer a coisa certa, independentemente se aquilo vai lhe render vantagens ou popularidade. O indivíduo íntegro tem a consciência tranquila porque age sempre de acordo com os seus valores. Se você ensinar isso ao seu filho, ele possivelmente irá honrar seu legado por toda a vida.

 

2 – Tolerância

Ser tolerante é aprender que ninguém precisa pensar ou agir exatamente igual a você para ser respeitado. Ensinar isso aos filhos é fundamental, especialmente em um momento do mundo em que as relações entre pessoas com opiniões divergentes estão cada vez mais conflituosas e conturbadas. Assim, eles irão aprender a usar as diferenças para aprender e evoluir.

3 – Humildade

Uma pessoa humilde nunca irá se sentir superior em relação a alguém por ter uma posição elevada em uma empresa ou uma condição financeira superior. Além do mais, a humildade permite que um indivíduo assuma seus erros e entenda que nunca saberá tudo e que, portanto, sempre pode aprender, evoluir e se desenvolver.

4 – Saber dizer “não”

Este tópico é importante porque é comum que crianças sejam reprimidas quando dizem não. Contudo, é imprescindível que elas saibam que têm esse direito, mas, claro, respeitando certos limites. Pessoas que crescem sabendo dizer não são mais seguras e evitam suprimir as próprias vontades para agradar os outros ou se encaixar em um padrão.

5 – Harmonia entre carreira e vida pessoal

Ensinar aos filhos a importância do trabalho é fundamental, mas é necessário mostrar que se deve prezar pelo equilíbrio. Se dedicar a projetos profissionais, ter objetivos e buscá-los é realmente importante, mas é preciso ensinar a eles que também se deve valorizar os momentos em família, o autocuidado, a saúde e o bem-estar.

6 – Autoconfiança

No terceiro tópico falamos sobre a humildade e é preciso deixar claro que ser humilde não significa se inferiorizar. É totalmente possível ensinar aos filhos sobre a importância de ser humilde e, ao mesmo tempo, autoconfiante. É a partir do momento em que eles acreditarem em si mesmos que terão motivação para agirem e buscarem os seus objetivos.

7 – Responsabilidade financeira

Quando se trata de deixar um legado aos filhos, o aspecto financeiro não é a coisa mais importante. Entretanto, é preciso ensinar a eles como ter uma boa relação com o dinheiro, até mesmo para que não se tornem escravos dele. Gerenciar os ganhos com responsabilidade, poupar para o futuro e evitar gastar com coisas que não precisa apenas para se sentir parte de um grupo são algumas das principais lições a se considerar.

8 – Perseverança

Ser perseverante é fundamental para alcançar um objetivo, porque as coisas não acontecem de forma mágica. Ao longo do caminho é natural sofrer quedas, precisar se adaptar às mudanças, se superar. Por isso é muito importante ensinar sobre o poder da perseverança aos filhos, para que tenham paciência para aguardar os resultados de suas ações e não desistam do que desejam.

9 – Autocontrole

Para que uma pessoa tenha autocontrole, em primeiro lugar ela precisa reconhecer que é dela a decisão sobre como irá agir e as escolhas que irá fazer. Assim, evitará se submeter a coisas que não gostaria ou terceirizar a responsabilidade sobre as suas ações. Portanto, converse com seus filhos a respeito do autoconhecimento, de identificar as emoções antes de agir de maneira intempestiva e de saber quais são seus próprios limites.

10 – Respeito

Por fim, um valor que deveria estar presente na relação entre todos, o respeito. Respeitar significa reconhecer os direitos do outro e suas particularidades, seguir as leis e as regras de convivência de cada ambiente, enfim, ser empático e evitar fazer com terceiros aquilo que não gostaria que fizessem contigo. Ensine sobre respeito aos seus filhos e contribua para um mundo melhor e mais justo.

Lembre-se que a forma mais poderosa de ensinar algo aos filhos é através do exemplo. Portanto, além de falar a respeito de cada um dos itens apresentados, mostre-os por meio das suas atitudes.

Se este conteúdo fez sentido para você, deixe o seu comentário abaixo e aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais!